A Secretaria de Estado da Defesa Civil (Sedec), em parceria com a Secretaria das Relações Sociais (SERES), esteve reunida, nesta quinta-feira (22), com o  Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) para discutir uma parceria nos Núcleos Comunitários de Defesa Civil (Nudec´s).

Segundo a coordenadora dos Núcleos Comunitários de Defesa Civil (Nudec´s), Mariana Medeiros, o objetivo é desenvolver a percepção de risco e fazer um trabalho educacional e de conscientização dentro das comunidades. “Como queríamos construir um Núcleo com a temática de barragens, achamos pertinente dialogar com o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) para firmar essa parceria na mobilização e conscientização das comunidades. Nesse sentido, a Seres também entrou como uma parceria para fortalecer as nossas formações. Então, para os próximos passos, montaremos o plano de trabalho, escolheremos as comunidades e iniciaremos as visitas técnicas e, por fim, implantaremos o núcleo”, ressaltou Mariana Medeiros.

WhatsApp Image 2024-02-22 at 10.59.13 (1).jpeg

A coordenadora Regional do Movimento dos Atingidos por Barragens, Maria Gonçalves, conta que os municípios de José de  Freitas e Campo Maior deverão ser contemplados com a iniciativa. “Entendemos que a aproximação do estado é essencial, pois ajuda na participação social das famílias, na identificação das demandas que surgem a partir do cenário climático que vivemos. Assim, vamos implantar, juntamente com a Defesa Civil, os Nudecs, em um trabalho contínuo e permanente junto às famílias atingidas, verificando os riscos, as questões emergenciais e como proceder”, ressaltou.

Já o diretor de Relações Sociais da Seres reforça a importância social e cultural do projeto. “O governo do Piauí tem se mostrado muito preocupado com a situação atual das barragens no estado e a Seres vem acompanhando essa temática desde o início, pois entendemos a importância social do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB). Então, a ideia é utilizar a expertise do MAB e casar com as ações da Defesa Civil do Estado na perspectiva de prevenir possíveis desastres”, explicou.

WhatsApp Image 2024-02-22 at 10.59.13.jpeg